Como encarar o Sol neste Verão

Para aproveitar o que o verão tem de melhor e não passar a estação cuidando de alergias, queimaduras, insolação e adiantar as estações seguintes com o envelhecimento precoce e o câncer de pele, aconselhamos você seguir algumas dicas muito úteis!

 Use filtro solar SEMPRE – Nós sabemos que a maioria já nem dá importância para isso, mas mesmo fora da praia ou da piscina, o uso diário do filtro solar vai evitar rugas precoces, manchas de pele e ainda, o principal, se proteger contra câncer de pele. O FDS 30 já é o suficiente no uso diário.

Gel, fluido ou spray – Como a pele dos homens é mais oleosa, salvo algumas exceções, o mais indicado são os filtros solares com textura mais leve. Além de não deixar os pelos colados de creme e são absorvidos melhor pela pele.

O índice certo pra você – É importante observar o fator de proteção (FPS) específico para seu tipo de pele. Por exemplo, os do tipo 15 são indicados para peles morenas e negras; os de 30 e 40 são indicados para quem se avermelha facilmente; e os do tipo 50 ou mais, são indicados para peles muito brancas e sensíveis. Lembre-se que, nas áreas mais sensíveis necessitam de um FPS mais elevado, como o rosto, os lábios, as orelhas e o couro cabeludo (atenção especial para os carecas).

O guarda-sol ideal – Prefira os guarda-sóis de algodão de cor clara, pois as cores escuras absorvem mais radiação e calor. Além disso, os tecidos sintéticos, como o nylon, fazem sombra, mas não protegem da radiação solar. Lembre-se que o mormaço também causa queimaduras e não se iluda com aquela brisa refrescante, porque ela o faz esquecer dos efeitos nocivos do sol e ficar mais afoito.

Proteção na hora certa – Tudo mundo já sabe, ou deveria saber, mas vamos reforçar… O protetor solar deve ser aplicado no mínimo meia-hora antes de ir para o sol. Não adianta passar no caminho pra praia ou na hora que chega. A pele precisa absorver o produto para que ele comece a agir. Em média a quantidade ideal são duas colheres de sopa para o corpo.

Reaplicar é tão importante quanto aplicar – Por mais potente que seja seu protetor solar ele não vai durar o dia todo. Então é importante que você reaplique ele a cada duas horas. O suor e o mergulho no mar ou piscina já fazem você perder até 50% do protetor solar absorvido pela pele. À não ser aqueles que no rótulo indicam ser resistentes à água.

Cuidado redobrado com o rosto – No rosto use equivalente a uma colher de chá de protetor. Dando atenção especial para o nariz e lábios que homem em geral nunca lembra. Se você vai praticar esportes então opte por FPS 60 de produto específico para praticantes de esportes

Hidrate-se! – Exposto ao sol você sua mais e sua pele pede hidratação. Durante todo o período em que estiver exposto ao sol beba bastante água e sucos naturais. Evite bebidas que contenha limão, frutas cítricas em geral não combinam com sol e calor. Importante também que você hidrate bem a sua pele após o sol, para devolver a umidade perdida e ajudá-la na regeneração de suas funções.

Homenagem de estilo, no futebol

Lionel Messi, jogador do Barcelona, recebeu neste mês, pela quarta vez consecutiva o título de melhor jogador do mundo da FIFA. Messi chamou a atenção não por seu discurso emocionado ou por seus agradecimentos, mas sim pelo terno de bolinhas que vestiu ao receber o prêmio Bola de Ouro, em Zurique.

O visual de Messi causou polêmica, e para acabar com as dúvidas relacionadas ao seu terno de bolinhas o principal jornal esportivo da Argentina explicou que o look foi uma homenagem do jogador a um conterrâneo seu que também é astro do futebol: Diego Maradona.

Homenagem de estilo, assim como a Syrillus!

 

Vaidade – Cuidados com a barba

 Mas não basta só deixar a barba crescer e achar que tá abafando. Segundo os especialistas para fazer esse look à barba deve ser aparada regularmente, deve acompanhar a linha da mandíbula e ir somente até o “pomo de adão”. A barba deve estar um dedo acima dele, podendo eliminar com máquina ou gilete os fios que ficam abaixo dessa marca.

O pescoço deve estar livre de pelos e apenas a parte de baixo do queixo por fazer. Ter o equipamento certo também é fundamental para aqueles que não têm tempo de ir regularmente ao salão ou barbearia. É preciso prestar atenção às laterais do rosto, ao contorno do pescoço e ao comprimento geral da barba. Se o bigode entra para compor o visual da barba, ele também deve ser aparado periodicamente na linha do lábio superior. Nunca apare a barba com ela molhada, pois ela encurta quando seca, podendo ficar bem diferente das suas intenções iniciais. Você também pode usar máquina para aparar a barba, isso pode deixá-la mais uniforme, inclusive. O tamanho recomendado para o comprimento da barba está entre o pente 1 e 2 da máquina, mas isso pode variar de acordo com seu estilo.

O que muitos homens não sabem é que assim como os cabelos das mulheres ajudam a valorizar traços e disfarçar imperfeições eles também podem e devem usar a barba com os mesmos objetivos. Por exemplo, quem tem o queixo muito pequeno ou aquela papada indesejável tem na barba cerrada uma grande aliada pra ninguém perceber.

Mas o cuidado com a barba vai além do corte, passa também por uma boa esfoliação seguida de hidratação. A esfoliação ajuda a desencravar os pelos e deve ser feita pelos menos uma duas vezes por semana proporcionando uma aparência sempre jovem. A hidratação ajuda a manter a elasticidade da pele e previne o ressecamento. Existem diversos produtos e para fazer a melhor escolha é sempre bom consultar um dermatologista.

DICAS

– Rostos redondos: Manter a barba sempre aparada para evitar ficar com um rosto muito grande.

– Homens com barba “rala”: É preciso ficar atento ao comprimento não muito longo para não aparecerem as falhas e não muito curto para não ficar com a impressão de “cara suja”.

– Cavanhaques: Funcionam bem para todos em especial para os que têm um rosto quadrado e vale lembrar que qualquer volume serve também para aumentar as proporções do rosto.

– Lave sua barba: Quando for lavar o cabelo, lave também a barba com shampoo e condicionador, afinal ela não deixa de ser uma extensão do seu cabelo, exigindo os mesmo cuidados. Você pode penteá-la depois para desembaraçar deixá-la “arrumadinha”.

 Homens com pouco queixo: Devem utilizar a barba de forma a criar  ilusão de um rosto mais alongado.

– Bigode: O uso deles hoje é menos comum, mas para homens que tem um buço grande o bigode serve para criar uma melhor harmonia no rosto.

– Coceira: Uma reclamação de quem deixa a barba crescer é a coceira que ela provoca no rosto. De fato, o rosto precisa se acostumar com o crescimento dos fios, essa coceira é normal. Mas para amenizá-la, lave a barba com água fria, isso é bom para retirar o suor que pode também estar contribuindo com a coceira.

Fonte: www.revista-mensch.blogspot.com.br

Cerveja ou champagne para o reveillon?

Stella-Artois-352

 

Talvez você não saiba, mas a Stella Artois nasceu no Natal. Em 1926, a cervejaria belga Artois decidiu desenvolver um produto especial para celebrar o período natalino. Após um longo período, quando a bebida finalmente ficou pronta, acabaou surpreendendo por sua extrema claridade, ganhando o nome de Stella (“estrela” em latim).

Neste final de ano é a vez da cerveja ganhar nova cara. Com garrafa em formato similar ao de um champagne – incluindo aí o fechamento com rolha -, a nova embalagem já é vendida por aqui individualmente e em caixas com seis unidades. A bebida já está disponível em alguns pontos de venda de São Paulo e também pelo site do Empório da Cerveja. Que venha 2013!

Fonte: Revista Alfa

Johnnie Walker traz uísque de R$ 9.980,90 para o Brasil

Image

Final de ano é época de presentes. Pensando nisso, a Johnnie Walker encomendou um gift-pack especial para o uísque da linha Blue Label. As coisas não param por aí. As linhas mais raras da marca, The John Walker e Blue Label King George V, também chegaram por aqui. A importadora Diageo é a responsável por trazer as bebidas para cá, que podem ser encontradas nos Shoppings Iguatemi, de São Paulo e Brasília, além dos shoppings Leblon, no Rio de Janeiro, e Rio Mar, no Recife. Os preços vão de R$ 730,00 (Johnnie Walker Crystal Pack) até R$ 9.980,90 (The John Walker).

Fonte: Exame

Verde esmeralda é a cor de 2013

esmeralda-prada

Em dezembro a Pantone -empresa famosa pelo sistema de cor utilizado em uma variedade de indústrias, entre elas a têxtil- anuncia a grande aposta para o ano seguinte. Em 2012, a eleita foi o Tangerine Tango. Para 2013, a tonalidade da vez será o Emerald Green, ou simplesmente, o verde esmeralda. “Essa é a tonalidade mais abundante na natureza. O olho humano vê mais verde do que qualquer outra cor. Este tom poderoso e universalmente atraente traduz facilmente a moda e interiores de casas”, disse Leatrice Eiseman, diretora executiva da Pantone Colour Institute ao The Telegraph. Para determinar a cor do ano, os profissionais da empresa viajam o mundo à procura de influências. O verde esmeralda já está em ascensão e vai continuar em evidência nas próximas quatro estações.

Fonte: gq.globo.com

A História do POLO no Brasil

 

O polo equestre começou a ser praticado no Brasil a partir da década de 1920, por imigrantes inglese, fazendeiros e militares brasileiros, principalmente no interior de São Paulo, onde até hoje tem grande expressão. Sir Willian Prytman se destacou como principal figura do desenvolvimento do polo na cidade do Rio de Janeiro. Tanto que o primeiro campo de polo civil foi criada na Gávea Polo Club. No Rio Grande do Sul, o polo foi trazido através dos “Hermanos” uruguaios e argentinos, além da preponderância do polo militar. O exército se destacou no polo sendo campeão estadual e nacional. O primeiro campo da Sociedade Hípica Paulista, foi na sede de Pinheiros/SP. Com o passar do tempo, várias equipes foram se formando na região. Durante os anos de 1960, uma nova geração de jogadores surgia e substituía a antiga. Em 28 de novembro de 1963, foi fundada a Federação Paulista de Polo. Com a organização do polo no país, o Brasil conseguia um feito na Copa Vargas, em Buenos Aires, sobre os argentinos forçando uma terceira partida. Algo inédito na época. O Brasil passou a ser reconhecido mundialmente no final da década de 1960, quando as equipes de Rio Pardo, Toca e Sapezal, conseguiram, respectivamente, as conquistas da Copa Vargas, Alessandri e Mundialito de Polo. Graças a estes feitos, jogadores brasileiros foram convidados para atuar em outros países. Um dos jogadores que obteve maior êxito fora do Brasil foi Silvio Junqueira Novaes, que além de atuar por várias temporadas na Inglaterra e ter feito oito gols de handicap, viu sua égua Elke ser premiada como melhor animal da temporada inglesa. Após a fundação da Federação Internacional de Polo, começou a ser disputado o Campeonato Mundial de Polo. O Brasil sagrou-se três vezes campeão e uma vez vice.

Outro fato curioso do esporte ocorreu na visita do príncipe Charles (FOTO ACIMA) ao Brasil, em 1978. O herdeiro da coroa inglesa e grande entusiasta do esporte disputou alguns jogos em equipes civis e militares, em partidas em São Paulo e Brasília. Atualmente o Brasil detém três títulos mundiais, mesmo número de conquistas da Argentina. Praticam o esporte apenas pessoas da elite, grandes empresários ricos e milionários como Ricardo Mansur, André e Fábio Diniz, João Paulo Ganon, José Eduardo Matarazzo Kalil e tantos outros que integram a lista de quase 500 polistas brasileiros e sustentam um luxo destinado a poucos. A Syrillus possui belíssimas polos em homenagem a este esporte, sinônimo de personalidade e determinação, um estilo de vida.

Fonte: travinha.com.br

Novos uísques escoceses chegam ao mercado brasileiro

 

Duas novas marcas de uísques single malted chegaram ao Brasil este mês. Garrafas das destilarias Dalmore e Jura podem ser encontradas em casas especializadas e supermercados.

A Dalmore é uma destilaria localizada na famosa região das highlands, Escócia, local onde são produzidos os melhores uísques do mundo. Foi fundada em 1839 e, desde1867, ostenta o brasão de um cervo em todas as suas garrafas. Por aqui, a marca é comercializada em três idades: 12 anos (R$ 139,90), 15 anos (R$ 219,90) e 18 anos (R$ 420,90).

O outro uísque, cujo nome completo é The Isle of Jura, é produzido na região das ilhas da Escócia. Funciona desde os anos 1960 e usa o nome de uma outra destilaria, que funcionou no mesmo local, só que no século 19. No Brasil, é vendido nas opções 10 e 16 anos. Os preços são, respectivamente, os seguintes: R$ 129 e R$ 185.

Fonte: http://revistaalfa.abril.com.br