Com o fim do verão e o inverno se aproximando, é hora de resgatar alguns acessórios do fundo do armário, entre eles está o cachecol, que depois de passar meses longe dos olhos de todos, sempre reaparecem para dar aquele toque a mais no visual dos homens.

Apesar de ser mais visto nas épocas frias e praticamente desaparecer em outras épocas, o cachecol é um acessório que pode ser usado em qualquer ocasião, sem necessariamente estar frio para isso.

Há basicamente dois tipos de cachecol: Crochê e Tricô. O primeiro é quase artesanal, usa-se uma agulha especial para criar um traçado semelhante ao de malhas ou rendas. Já o tricô, é uma técnica que utiliza duas agulhas para entrelaçar um fio de lã.

Dicas de como usar:

-A maneira mais básica é jogá-lo no pescoço com as pontas caídas para frente deixando-as em comprimentos distintos.

-Outra opção é jogar as pontas para trás, envolver o pescoço e trazê-las para frente outra vez, deixando-as caídas.

-Apenas enrole no pescoço e deixe uma ponta caída para trás e uma para frente para compor um visual mais descontraído.

-Uma opção clássica e muito elegante é usá-los no estilo nó de gravata. Dobre-o ao meio e enrole no pescoço e passe as pontas por dentro da abertura. Esse estilo agrega muito charme ao look.

-Dentro ou fora da blusa o importante é deixá-lo bem solto, nada de apertá-lo ao pescoço.

É importante ressaltar que a escolha do cachecol depende também do tipo físico da pessoa. Os homens de pescoço mais curtos e grossos devem sempre optar por um cachecol de tecido mais fino e evitar dar duas voltas no pescoço, deixe-o sempre caído. Já os homens de pescoço mais comprido e fino podem abusar mais de tecidos pesados e até mesmo dar uma ou duas voltas no pescoço.

Fonte: Homem na Moda