Uma das influências mais fortes para o vestuário masculino tem sido o esporte. Do boné de beisebol ao tênis, da jaqueta de velejador à camiseta de rugby, hoje o sportswear caminha de mãos dadas com a moda

Não vemos mais uma camisa com listras na horizontal sem lembrar dos clássicos uniformes de rugby. Além das listras, a camiseta usada no esporte é característica por ter seu colarinho mais curto e ser ajustada ao corpo, para não ser puxada durante o jogo. O material preferido é o poliéster, por deixar a camisa mais escorregadia e dificultar o contato do adversário.

O sneaker mais icônico da história tem suas origens no basquete. O jogador americano Chuck Taylor se juntou à Converse para criar um tênis que pudesse ser usado dentro e fora das quadras. Eles trabalharam juntos em um modelo do All-Star, deixando sua sola de borracha menos escorregadia e dando mais suporte ao tornozelo. O sucesso Foi tanto que o calçado ganhou seu nome: Chuck Taylor All-Star.

Em 1935, quando tentava criar um sapato que não escorregasse facilmente nos decks molhados de seus barcos, Paul Sperry percebeu que seu cachorro nunca deslizava no gelo. Ao examinar suas patas, viu que elas possuíam várias fissuras onduladas. Assim, o velejador conseguiu transferir as mesmas fissuras para um solado de borracha e criou o boat shoe Sperry Topsider, usado até hoje dentro e fora dos barcos. Já o anorak foi criado por Jakob Anorak em 1924, durante a Lei Seca americana. O casaco oversized logo ficou famoso entre os traficantes, que conseguiam carregar até 30 garrafas de uísque em seus bolsos internos. Nos anos 1950, o anorak clássico ganhou um capuz destacável e passou a ser confeccionado em náilon. Por ser resistente à água, virou o favorito dos velejadores.

No início de sua carreira, o estilista da grife Everlast criou um novo modelo de shorts para o lutador americano Jack Dempsey.A pedido do lutador, ele trocou o cordão de couro que ajustava a cintura do shorts por um elástico que fazia o mesmo papel e adicionou uma costura frontal que dava mais mobilidade às pernas. O modelo mais largo e com o característico elástico aparente é usado até hoje e foi a inspiração para a cueca samba-canção (em inglês, boxer shorts).

Quando o esqui começou a se popularizar como um esporte, usava-se tudo que esquentasse, principalmente peças feitas de lã. Apesar de quentes, as pesadas camadas de roupa prejudicavam muito a velocidade dos atletas. Ao estudar as plumas dos gansos, pesquisadores viram nelas uma oportunidade de matéria-prima que isolava o frio e era extremamente leve. As jaquetas e os coletes de gomos – estufados com plumas – deram maior mobilidade aos esquiadores e viraram febre dentro e fora das competições.

Em 1926, em um ambiente onde se viam homens usando camisas de manga longa e jaquetões, René Lacoste chamou a atenção ao aparecer com uma camisa de piquê e mangas curtas nas quadras de tênis. O novo modelo permitia que o corpo respirasse melhor e tinha mais elasticidade. Sucesso absoluto. O apelido do tenista, Le Crocodile, inspirou a logomarca que hoje é conhecida mundialmente.

Matéria publicada na Revista VIP de junho de 2012.